Não Faça Mal

Posted by Rune Tephix On 17:47 2 comentários

Ponto inicial: Senliten, no templo arruinado ao sul de Uzer.

Só membros? Sim.

Dificuldade: mestre.

Duração: longa (cerca de 3 horas).

Missões necessárias: o mistério de Scabaras, tesouro do deserto, em busca da múmia perdida, a receita do desastre (com a sub-missão "libertando o rei Awowogei"), a sombra da tempestade, onde há fumaça, magnetismo animal.

Requisitos: 50 em combate à distância, 64 em construção, 68 em artesanato, 70 em magia, 70 em roubo, restaurar a rainha Senliten 100% e falar com Leela em Draynor, de modo que ela vá para o templo arruinado.

Itens necessários: greegree de gorila, elmo do exterminador ou máscara facial, anel de charos encantado, mochila de Ava, qualquer gato ou gatinho, roupa do deserto (camisa, túnica inferior e botas), 10 bananas, 6 tábuas de teca, 10 pedaços de pano, pá, 3 cordas, 3 facas, amuleto de macaquês, molde do amuleto de macaco (obtido durante a missão), amuleto de fantasmês, runas para feitiços antigos de gelo (pelo menos para lançar 50 feitiços), 11.000 moedas ou mais.

Recomendações: odres ou tiara da água encantada, vassoura encantada (ou anel do extermínio, teleporte para Pollnivneach, teleporte magnetita de Al-Kharid), amuleto do deserto 2 (para teleportar até Nardah), amuleto da glória com cargas (para teleportar à vila Draynor e à Al-Kharid), comida de alta cura, uma boa armadura e boa arma, poções da super energia, poções antiveneno.

Inimigos para Derrotar: pequenos escaravelhos, 10 demônios inferiores (nível 110 cada), Leeuni (nível 116), Ayuni (nível 120), Eruni (nível 124).

Antes de começar a missão, siga para a vila Draynor e fale com Leela, a nordeste do banco e ao norte da prisão. Caso tenha iniciado a missão "corações roubados", terás de concluí-la, assim como a sua continuação "diamante bruto" para que Leela apareça em Draynor. Vocês acabarão indo para o templo em ruinas ao sul de Uzer, no deserto de Al-Kharid.  Fale com Senliten e com Leela, perguntando sobre a infância da rainha; ela pedirá sua ajuda em restabelecer os "macacos sagrados" que antes habitavam nas florestas de Al-Kharid.

Pegue um gatinho e moedas para viagens de tapete mágico e siga para Sophanem (você também pode chegar lá através do cetro do faraó carregado). Fale com Jex no templo da parte nordeste da cidade, próximo da entrada para o banco; pergunte a ele sobre os deuses inferiores, em seguida, faça todas as perguntas pertinentes à deusa Apmeken. Você também pode falar com a esfinge usando o gatinho para maiores informações. Volte até a rainha Senliten, por meio do anel de fadas D-L-Q ou através do tapete mágico para Uzer ou Nardah. Ela pedirá sua ajuda em reintroduzir os macacos no deserto.

Para esta parte você vai precisar de um greegree de qualquer macaco, um amuleto de macaquês, pelo menos 10 moedas e cerca de 25 espaços livres no inventário. Vá para o atol dos macacos pelo teleporte ou falando com Daero na grande árvore. Fale com qualquer um dos três macacos sábios no templo de Marimbo, onde há vários gorilas. Eles irão querer que você prove que é humano, mas para que isso seja feito será preciso tirar o guarda de perto, levando-o para longe dos três macacos sábios.

Pegue algumas bananas verdes no engradado a leste dos macacos e estabeleça uma trilha a partir do guarda macaco até o engradado, soltando as bananas no chão em intervalos regulares, sem que estas fiquem afastadas demais umas das outras. Não deve haver mais que dois pontos entre as bananas, levando em conta que cada ponto vale por uma diagonal, assim sendo, não é possível soltar uma a sudeste e outra muito para o noroeste. Recomenda-se carregar de 10 a 20 bananas no inventário, pois caso a trilha falhe antes do guarda chegar ao engradado, ele voltará para sua posição original - próximo dos três macacos.

Tome cuidado para não atrair outros guardas macacos, que podem acabar comendo bananas verdes posicionadas próximas deles. Na imagem acima você pode observar uma das táticas para atrair o macaco guarda, posicionando 18 bananas nos pontos marcados. Comece posicionando as bananas a partir do ponto 7 ou 8, para depois colocar no ponto 9 e ter assim uma certa vantagem sobre o guarda. Uma vez feito isso, corra e posicione a banana no ponto 6, seguindo até o 18 a partir daí. Não é possível posicionar muitas bananas antes de atrair o guarda pelo fato de que elas mofam rapidamente depois de soltas.

Se você optar por atrair o guarda diretamente, terás de ser rápido em posicionar as outras bananas; mas tenha em mente que o guarda não enxerga bananas posicionadas ao redor de fogueiras e também não pega banana solta sobre o alçapão do templo. Caso queira arriscar, use a estratégia da imagem mais acima posicionando todas as bananas dos pontos verdes para depois começar a atrair o guarda a partir do ponto nove; depois, posicionar as dos pontos azuis, antes do guarda terminar de comer a do ponto 2 ou 3.

É possível que as bananas apodreçam antes do guarda consumi-las. Se isso acontecer, você pode tentar novamente posicionando as bananas antes de começar a atrair o guarda de pontos mais próximos; por exemplo, ao invés de soltá-las desde o ponto 1 até o 9, você pode tentar pré posicioná-las a partir do ponto 5 até o 9, para depois voltar correndo ao ponto 4 e posicionar o resto de acordo com o progresso do guarda em seguir a trilha. Pode levar um tempo considerável até posicionar nos lugares certos, mas depois de "pegar o jeito" ou seguindo as dicas aqui contidas, o enigma se torna bem mais simples do que aparenta ser.

Uma vez que tiver atraído o guarda até o engradado com bananas verdes, volte a falar com os três macacos sábios novamente. Depois disso, remova seu greegree para provar que é humano, equipando-o novamente em seguida. Eles farão algumas perguntas sobre Apmeken, a fim de testar seus conhecimentos sobre a deusa. Responda que ela tem a cabeça de um babuíno quando está de um humor cômico. Para a segunda parte responda que o único local que um esquilo poderia se sentar e um macaco não seria sobre os ombros de um macaco.

Depois de adquirir a confiança dos três macacos sábios, vá falar com o rei Awowogei, que se situa em uma construção ao sul do templo. Convença-o de criar uma colônia no deserto, evitando mencionar Apmeken para não ser levado à prisão. Ele vai querer criar uma em Karamja, mas diga que no deserto seria mais sábio, como lá existem os populares chimpanzés de chocolate gelados. Isso o fará mudar de ideia, e o convencerá a construir a colônia em Al-Kharid. Antes de sair do atol, compre um molde de amuleto por 10 moedas falando com Hamab (a oeste do templo).

Agora, você vai precisar do molde do amuleto de macaquês, de um greegree de qualquer macaco (menos do zumbi, pois é necessário ativar a corrida), um amuleto de macaquês, pelo menos 1.000 moedas (para comprar um chimpanzé de gelo), runas para feitiços antigos de gelo (incluindo runas da água, pois não é possível equipar um cajado juntamente com um greegree), moedas para viagens de tapete (ou amuleto do deserto 2). Caso não seja possível lançar feitiços sem o cajado, equipe-se com um livro ou orbe mágica e ative o feitiço secundário, como a mão primária equipará o greegree no atol.

Faça seu caminho até Nardah. Quando chegar lá, fale com Rokuh, o proprietário da loja de chocolates de gelo. Fale com ele sobre um chocolate especial na forma de macaco, e ele vai dizer que é preciso ter um molde para fazer um. Com isso, entregue o molde de amuleto de macaquês a ele e pague 1.000 moedas. Você poderá comprar mais pelo mesmo preço posteriormente; infelizmente pelo formato irregular do "sorvete", será preciso lançar feitiços de gelo periodicamente no mesmo para evitar que ele derreta. Você terá de levar o sorvete até o rei Awowogei no atol, resumidamente.

Qualquer método de teleporte utilizando magia ou tabuletas resultará no derretimento instantâneo do Chimpanzé de gelo. Os métodos permitidos de transporte incluem: tapete mágico, viagens de navio, sistema de transporte de balão, sistema de águias de transporte, prisão de Shantay. A fim de congelar o sorvete, clique com o botão esquerdo do mouse sobre o mesmo para que ele seja colocado no chão e em seguida clique no feitiço de gelo que for utilizar (no livro de magia) e clique sobre o sorvete no chão, pegando-o novamente. 

A megassaraivada de gelo, que é o feitiço mais poderoso, vai manter o sorvete congelado por aproximadamente 1 minuto. O Megajato de gelo manterá o sorvete congelado por 45 segundos, já a saraivada de gelo (comum) irá mantê-lo congelado por cerca de 35 segundos. Você será avisado com uma mensagem vermelha na caixa de diálogos (similar às mensagens da proteção de fogo) sobre o estado de seu chimpanzé de gelo. Os efeitos são reduzidos pela metade ativando a corrida. Você receberá a mensagem "seu chimpanzé de gelo começa a derreter" 20 segundos antes da fusão do mesmo, receberá "seu chimpanzé de gelo está quase derretido" 10 segundos antes da fusão. 

É interessante notar que o chimpanzé de gelo não derreterá enquanto se utiliza o banco, o mapa-múndi, os sistemas de transporte, o tapete mágico, e enquanto conversar com um Npc. Veja abaixo algumas táticas para o derretimento normal e rápido do chimpanzé de gelo, pois o sorvete derreterá duas vezes mais rápido a cada 5 entregas efetuadas (sempre a entrega que for completar cinco seguidas será duas vezes mais rápida). No caso da missão, o derretimento será normal, mas na atividade pós missão, as dicas acabam sendo ainda mais úteis.

Itens para trazer: runas para feitiços de gelo do livro de magias antigas (com um livro ou orbe mágica, caso não vá por Entrana); moedas para viagens de tapete; amuleto de macaquês; greegree de macaco; lenha mágica; roupas de redução do peso (tais como roupa ágil, capa com pintas, botas da leveza); uma porção de alimento (opcional); poção antiveneno (opcional); poções da (super)energia (opcional); tiara da água encantada (opcional). Primeiramente siga até Nardah, seja caminhando ou através de um tapete mágico a partir da passagem de Shantay. Uma vez lá, compre um chimpanzé de gelo por 1.000 moedas tratando com o vendedor de sorvetes. 

Em seguida, use o tapete mágico rapidamente para a Passagem de Shantay. Depois, fale com Shantay usando as seguintes opções de fala: "Que lugar é esse?"; "eu definitivamente sou um fora da lei, prepare-se para morrer"; "Leve-me para a prisão no Porto Sarim". Uma vez na prisão, arrombe a fechadura e use o feitiço de congelamento no chimpanzé de gelo. Corra em direção à Guilda dos Artesãos e então use sua lenha mágica para viajar rapidamente até a Grande Árvore por meio do transporte de Balão (você precisará ter a rota desbloqueada). Vá até Daero no andar superior da árvore e congele novamente o sorvete antes de viajar até a base de aviação. 

Uma vez lá, fale com Waydar para voar até a Ilha do Desastre. Então pegue um barco para o Atol dos Macacos falando com Lumdo. Quando chegar no Atol, equipe o Greegree e corra até a árvore de mogno ao sul da grande muralha e dos portões da cidade. Posicione-se ao sul da árvore de mogno e retire o Greegree para congelar novamente o chimpanzé de gelo para então equipar o greegree novamente e passar pelos portões. Dentro da "cidade" ir para a casa mais ao sul e depois seguir para o leste até chegar no rei.

Se feito rapidamente, você não precisará congelar o sorvete novamente, ou do contrário corra para a grama alta ao norte (próxima do templo) e então retirar o greegree, escondido, e congelar o sorvete para depois entregá-lo ao rei. O método acima é para ser utilizado enquanto o derretimento do chimpanzé de gelo estiver lento. Para o derretimento rápido (a cada cinco entregas), siga os seguintes passos. Compre um chimpanzé na colônia dos macacos (ou em Nardah durante a missão) e use o tapete mágico para a Passagem de Shantay. 

Em seguida, congelar o sorvete e falar com Shantay, dizendo: "Que lugar é esse?"; "eu definitivamente sou um fora da lei, prepare-se para morrer"; "Leve-me para a prisão no Porto Sarim". Uma vez na prisão, congelar o chimpanzé e arrombar a fechadura (caso gaste muitas tentativas para abrir, congele novamente o sorvete). Vá para a Guilda dos Artesãos e no caminho congele o chimpanzé de gelo mais uma vez. Se aproxime do balão de transporte e congele o sorvete, fazendo uma viagem de balão até a Grande árvore em seguida. É possível fretar um navio do porto Sarim até Catherby ou Ardonha, para quem não possui a rota de balão desbloqueada.

Uma vez lá, ir até Daero e congelar o sorvete antes de falar com ele. Vá para a base de aviação e usar o planador para a Ilha do Desastre, pegando um barco para o Atol dos Macacos em seguida. Chegando no Atol congele o sorvete, corra até a árvore de mogno ao sul dos portões da cidade e congele novamente o chimpanzé de gelo. Corra para os portões sem equipar o Greegree (use antimíssil para não sofrer danos). Você será levado para a prisão do Atol, congele o sorvete e espere o guarda se aproximar da porta. Quando isso acontecer, congele o sorvete e equipe o Greegree, arrombando a fechadura em seguida e correndo para a grama alta ao norte (próxima do templo). 

Estando lá, tire o greegree e congele o sorvete, então equipar o greegree novamente e correr até o rei. Se você precisar congelar o sorvete antes de chegar no rei, tire o greegree e congele-o na grama ao sul do templo, contra a parede ocidental (oeste) próxima da entrada. Para retornar à Nardah, usar teleporte de pergaminho ou de magnetita até o Acampamento dos Bandoleiros. Você também pode teleportar-se até Pollnivneach através do anel do exterminador ou do teleporte para casa (sendo o portal na área ou tendo completo a missão "História de Amor"). Outros métodos consistem em chegar à Al-Kharid por meio da magnetita, vassoura encantada, amuleto da glória.

Depois de realizar a entrega do sorvete para o rei, ele lhe entregará um barril com macacos que deve ser aberto no local da colônia. Volte a falar com os três macacos sábios e eles dirão que o ponto correto para montar a colônia é "entre as corcovas do camelo". Eles entrarão na sua bolsa em seguida. Antes de prosseguir, pegue em seu banco: amuleto de macaquês, anel de charos, mochila de Ava, pá, equipamentos para lutar contra pequenos escaravelhos (fracos contra esmagamento). Também pegue odres com água.

Siga até a corcova do camelo, que é uma formação montanhosa do deserto de Al-Kharid, sudoeste do acampamento de mineração. Você pode ver o local exato na imagem do parágrafo acima. Tire os macacos de dentro do barril e fale com os macacos sábios, para que montem um acampamento. Eles irão dizer para você consultar Ali Morrisane a fim de criar uma rota de tapete mágico até a futura colônia. Fale com Morrisane em Al-Kharid, norte da magnetita. Equipe o anel de charos e ele acabará dizendo que perdeu alguns engradados no deserto e que, se encontrá-los, poderá usar o material para criar a rota.

Teleporte para a magnetita da vila Draynor e siga para o solar. Entre no quarto oeste da mansão e fale com Ava, tendo a bolsa dela em seu inventário. Use na Ava o engradado que Ali Morrisane te deu para que ela atualize a mochila, tornando-a capaz de detectar metais. Ela irá pedir para você testar a mochila no solar, com isso, saia da mansão pela porta sudeste (pegando a pá no caminho) e equipe a mochila atualizada do lado de fora. Certifique-se de não estar vestido com uma armadura de metal, pois nesse caso o detector não funcionará.

Caminhe até a parte sudoeste do solar, em uma área ao lado de duas árvores a nordeste da fonte. A mochila indicará o local certo pela caixa de diálogos, por isso fique atento às mensagens recebidas conforme anda pelo solar. Quando aparecer "Bwuk!" quatro vezes em uma única linha na caixa de diálogos, você estará no lugar correto, ou seja, o metal foi detectado. Cave no local usando a pá e recupere o engradado escondido por Ava. Volte para ela e conte as boas novas.

Volte para o deserto usando a magnetita do acampamento dos bandoleiros e procure pelos engradados perdidos de Ali Morrisane na área oeste do acampamento de mineração, ou a noroeste da colônia dos macacos. A localização exata de cada engradado varia de jogador para jogador. Só equipe armaduras de metal na hora de combater pequenos escaravelhos, que podem aparecer quando você desenterrar engradados da areia, sendo necessário matá-los antes de recuperar os engradados.

Apenas percorra a área equipando a mochila atualizada e prestando atenção na caixa de diálogos, até que apareça a mensagem de detecção de metais, indicando que é possível cavar no lugar para recuperar um dos engradados. É possível receber dos engradados: nada, uma safira e uma esmeralda brutas, odres com água, um rubi e um diamante brutos, tapetes mágicos. Guarde as gemas brutas caso encontre-as, pois poderão ser usadas posteriormente na missão.

Volte para a colônia dos macacos e fale com os três sábios para que estes ajustem duas novas rotas de tapete mágico através da passagem de Shantay e do sul de Pollnivneach. Não é preciso pagar nada para viajar de tapete até a colônia dos macacos. Você receberá um livro contendo uma lista com os suprimentos necessários para a construção da colônia. Use o banco da passagem de Shantay para pegar os itens, viajando gratuitamente de tapete até o acampamento dos macacos.

Você precisa ler o livro para dar continuidade a missão. Se você por a caso perder os tapetes antes de falar com os macacos, pode recuperá-los falando com Ali Morrisane. É preciso levar sem estar em notas: 6 tábuas de teca, 10 pedaços de pano e uma corda; é possível levar em notas: 10 bananas, três facas e três odres (4). É possível usar um saco de gemas (de Dungeon) para levar safira, esmeralda, rubi e diamante brutos. 

Você pode equipar e assim economizar espaços no inventário para levar um par de botas do deserto, uma camisa do deserto e uma túnica inferior do deserto (compradas a partir de Shantay) e um amuleto de macaquês. Se levar os suprimentos da seguinte maneira, será possível fazer em uma só viagem, sem o saco de gemas: deixar as bananas, facas e odres em nota; equipar a roupa do deserto e o amuleto; não trazer serra, martelo e pá, como já estão no porta-ferramentas.

Para começar a construir, remova os escombros dos quatro pontos de construção; construa barracas e tendas com a utilização das tábuas de teca e pedaços de pano. Uma vez que as barracas estiverem prontas, use o resto do material nelas a fim de preenchê-las com mercadorias. Isso inclui as gemas, as bananas, as facas, odres e roupa do deserto. Isso resultará em três lojas diferentes.

Após finalizar a construção da colônia, pegue um greegree de gorila (outro não vai funcionar), um amuleto de macaquês, um pouco de alimento e siga para o atol dos macacos. Antes disso, você terá de falar com os três macacos sábios, que lhe pedirão para roubar seis facas de macacos lutadores, mas para isso será preciso derrubá-los com força, exigindo um greegree de gorila. Os macacos lutadores localizam-se a leste do edifício onde habita o filhote de macaco.

Nocauteie o macaco lutador e depois furte-o uma ou duas vezes, para receber a faca exigida. Se você não nocautear o macaco antes de furtá-lo, você será jogado na prisão; se você falhar em nocautear os macacos três vezes seguidas, você também será levado à prisão. Não é difícil ganhar a faca do furto, mas no caso de erro o macaco lutador acabará causando um bom dano, sendo recomendado trazer alimentos. Depois de obter as 6 facas, volte aos três macacos sábios e eles ficarão satisfeitos com toda a sua ajuda.

Pegue um amuleto de macaquês, um de fantasmês, uma máscara facial ou um elmo do exterminador. Além de alimentos e armadura para enfrentar os bosses macacos, posteriormente. Vá até o palácio arruinado ao sul de Uzer e fale com Senliten, ocorrerá um breve corte de cena em que a rainha dirá que algo errado aconteceu, e pedirá para você voltar rapidamente na colônia dos macacos. 

Teleporte para magnetita do acampamento dos bandoleiros e corra até a colônia, como não vai ser possível viajar de tapete mágico até lá. Quando chegar, você vai ver a colônia em ruínas. Investigue um cadáver de macaco para que apareça um fantasma, que não poderá ser compreendido. Use o amuleto de macaquês no amuleto de fantasmês para criar um animuleto, depois fale com o fantasma macaco e você será capaz de entendê-lo.

Se quiser, você poderá juntar ao animuleto um cramuleto e um amuleto de felinês, apesar de que o último perderá o encanto quando usado. O fantasma macaco dirá que três gorilas mascarados foram culpados pelo massacre e que eles capturaram os três macacos sábios, e que pelo menos um deles foi levado para a masmorra do extermínio do deserto. Os bosses estão bem mais fracos após a evolução do combate, porém seus ataques são uma mistura de combate à distância e magia, sendo recomendado trazer uma armadura de bom bônus contra um estilo e usar oração contra o outro.

O primeiro boss se chama Leeuni, uma criação de Amascut. Ela se localiza na câmara onde a Banshee poderosa foi derrotada durante a missão "Onde há fumaça". Para chegar lá, equipe-se com uma máscara facial ou elmo do exterminador e desça pelo poço de Pollnivneach. Ao passar pela barreira de energia um corte de cena acontecerá (caso não seja o correto, passe novamente pela barreira).

Durante a luta, Leeuni pode forçar o capacete ou máscara do jogador a ser desequipado. Isso fará com que o mesmo sofra danos pela fumaça e tenha as estatísticas temporariamente diminuídas. Caso não tenha espaço sobrando no inventário, Leeuni não poderá remover o elmo, mas causará 300 pontos vitais de dano instantaneamente. É recomendado ter sempre um espaço sobrando na bolsa, como você pode reequipar o elmo rapidamente, sem sofrer danos com a fumaça.

Se você morrer, sua lápide aparecerá do lado de fora do poço, sendo facilmente alcançada pelo teleporte à Pollnivneach. Depois de matar Leeuni, a deusa Apmeken aparecerá e dirá que de seus lábios foram arrancadas as palavras, usadas para moldar Leeuni, e que por isso o povo do deserto já não podia ser mais tranquilizado, e por isso passaram a lutar uns contra os outros. Fale com o macaco sábio para levá-lo automaticamente à colônia do deserto.

Converse novamente com o macaco fantasma para saber a localização do segundo boss, que é Ayuni, acessada a partir de uma passagem na parede norte do covil da rainha Kalphita. Por causa disso, é muito provável que você seja atacado pela rainha Kalphita e seus guardiões, sendo útil trazer poções antiveneno (além de duas cordas caso você nunca tenha ido ao covil da rainha antes). A entrada para o covil é a oeste da passagem de Shantay. Lembre-se de trazer o animuleto.

Você pode sair pela outra passagem após entrar na câmara de Ayuni, o que é útil fazer para liberar uma rota alternativa para chegar até ela posteriormente. O atalho é próximo da colônia dos macacos. Em caso de morte sua lápide aparecerá do lado de fora do covil das Kalphitas; igualmente a primeira luta, esta também se tornou fácil após a evolução do combate. Como não possuem fraqueza, fica ao seu critério o estilo de combate a ser usado contra os bosses.

Após a batalha, Apmeken aparecerá e dirá "dos meus olhos ela retirou a visão que agora Ayuni possuía. Sem meu olhar vigilante o povo do deserto se voltou para as trevas, ao crime e ódio". Equipe o animuleto e fale com o segundo macaco sábio para saber mais da história, que trata sobre Apmeken e Amascut, as deusas da amizade e da destruição, respectivamente. Apmeken, juntamente com outros deuses inferiores, planejava trazer a paz no deserto de Al-Kharid.

Quando um faraó de Menaphos, adorador de Apmeken, propôs paz a Al-Kharid, Amascut ficou furiosa, como a guerra era seu instrumento de destruição, e amaldiçoou o faraó. Por causa disso, ela e Apmeken lutaram no deserto. Mesmo sendo mais poderosa, Amascut não conseguiu destruir Apmeken, então a amaldiçoou roubando sua visão, audição e fala. Ainda não satisfeita, Amascut criou três feras com os sentidos roubados de Apmeken: Leeuni, Ayuni e Eruni.

Os macacos do deserto foram então massacrados, e os três sábios conseguiram escapar e fugir para Karamja, viajando posteriormente ao Atol dos macacos. Fale novamente com o macaco sábio para voltar à colônia com ele. Em seguida, converse novamente com o macaco fantasma para saber a localização do último boss macaco, que é em algum lugar de Uzer.

Eruni é o boss final da missão, e localiza-se no reino demoníaco em que Agrith Naar foi derrotado durante a missão sombra da tempestade. Para chegar lá, você terá que descer as escadas para a área subterrânea das ruínas de Uzer. Diferentemente de suas irmãs, Eruni permanece parada na sala durante a luta inteira, e não possui ataques corpo a corpo, somente o ataque que mistura combate à distância e magia.

Ela é a mais forte das três, mesmo após a evolução do combate, pelo fato de que ela continua usando seus ataques mesmo após convocar demônios inferiores. Quando ela evoca demônios, ela se torna invulnerável, e só pode sofrer danos novamente uma vez que todos os demônios estiverem mortos. Com 100% de vida ela evoca um demônio, com 75%, dois, com 50% três e com 25% quatro.

Com isso em mente, você pode se esconder atrás dos obstáculos que existem na sala para matar os demônios protegido dos ataques de Eruni, sendo assim útil usar equipamentos de combate à distância ou de magia. Depois que você derrotar Eruni, Apmeken aparecerá e dirá "dos meus ouvidos ela roubou todo o som e construiu Eruni. Eu já não podia mais ouvir o povo do deserto, e nos isolamos um do outro". Fale com o último macaco sábio para voltar à colônia.

Na colônia fale novamente com os três macacos sábios e eles dirão que só voltaram para o deserto pela deusa Apmeken e pela ajuda humana em construir a colônia, pois estavam acostumados com os luxos do atol. Então Apmeken aparecerá (apenas para você) e agradecerá por você ter restaurado os sentidos dela, e que agora ela poderá ajudar novamente o povo do deserto, travando uma batalha com Amascut se preciso. Para finalizar a missão, fale mais uma vez com Senliten no templo arruinado. Parabéns.

Recompensas: 1 ponto de missão, 50.000 de experiência em Magia e em Roubo, 40.000 em Artesanato, 30.000 em Construção, novos destinos para viagem de tapete mágico, animuleto, mochila de Ava atualizada, capacidade de fazer mais entregas de chimpanzés de gelo e obter assim mais recompensas, acesso a uma nova área de kalphitas e à colônia dos macacos, capacidade de localizar um pergaminho de dicas Elite usando a mochila de Ava atualizada (possíveis localizações são em Meiyerditch, no Iceberg, em Isafdar ou na Ilha Lunar), 2 vale chaves.

Jogadores com nível 80 em Agilidade (é possível impulsionar) podem acessar a caverna localizada na parede sul da colônia dos macacos, e assim receber 20.000 de experiência em Agilidade. Dentro da câmara há dois itens relacionados à Apmeken, um para mão secundária e uma máscara. É necessário concluir a missão "diamante bruto" para avistar a entrada para a caverna.