Em Busca da Múmia Perdida

Posted by Rune Tephix On 13:33 1 comentários


Início: fale com Leela na Vila Draynor.

Só membros? Sim.

Dificuldade: intermediária.

Duração: longa.

Missões necessárias:

Requisitos: nível 35 em Construção, em Culinária, em Artesanato, em Magia e em Oração.

Itens necessários: uma lenha de salgueiro, 20 runas do fogo, jarro de vinagre (pode ser comprado de Fortunato no mercado da Vila Draynor), condimento, trigo, pote vazio.

Requisitos para completar em cem por cento: missão Jardim da Tranquilidade, nível 25 de Roubo, 45 em Artesanato e em Oração, 50 em Magia, anel de Charos encantado, panfleto de Al-Kharid (recebido do garoto na passagem entre o sul de Varrock e a Mina de Al-Kharid), suco de Sq'irk (necessário de um copo vazio obtido ao beber garapas) e pelo menos quatro espaços vazios no inventário.

Recomendações: magnetita de Draynor ou anel do explorador 3, acesso ao anel de fadas d-l-q para Uzer, anel de duelos carregado ou magnetita de Al-Kharid, roupa do deserto e uma tiara de água encantada ou odres com água, alguns alimentos e poções.

Inimigos para Derrotar: 4-11 esqueletos de saqueadores (nível 42 cada), guardião golem (nível 47), 5 sombras de Tumeken (nível 42, 49, 56, 63, 70).

Para iniciar a missão fale com Leela na vila Draynor. Certifique-se de ter concluído as missões necessárias para que ela apareça em Draynor. Ela se encontra a nordeste do músico e vai falar sobre uma tumba próxima de Uzer habitada pela rainha faraônica.

Siga para a tumba coletar mais informações sobre a rainha. Para chegar em Uzer use o anel de fadas d-l-q ou então teleporte para Al-Kharid, caminhe até a passagem de Shantay e pegue um tapete mágico para as ruínas. Uma vez lá apenas corra para o sul até chegar na tumba retangular.

Há alguns saqueadores do lado de fora. Entre na tumba e explore todas as salas passando por vários esqueletos. Ao se aproximar cada esqueleto se tornará atacável, sendo de nível 42 e agressivo. Matá-los proverá diferentes itens como túnicas do deserto, odres vazias, ferramentas ou runas que podem vir a ser úteis. 

O item que você precisa obter para Leela é o pergaminho dos mortos, com detalhes da mumificação da rainha. Outros objetos necessários são soltos por esqueletos de saqueadores e devem ser guardados para depois: mão de múmia, jarro canópico e diário da pirâmide. Há três esqueletos logo na sala oeste após passar pela porta de pedra. Tome cuidado após entrar no ponto mais ao nordeste, pois existe uma armadilha na parede e é necessário vasculhar as marcas estranhas para desativá-la. Fale com o resto de Golem na caverna mais ao leste para saber sobre a maldição de mastaba. 

Investigue os itens encontrados no chão ao longo do templo, embora não seja necessário coletá-los para a missão. Volte para a vila Draynor e fale novamente com Leela, tendo consigo o pergaminho dos mortos solto pelos esqueletos da tumba. Feito isso fale com ela sobre todos os quatro objetos encontrados na tumba (todos soltos por esqueletos saqueadores). Agora use o condimento com o jarro de vinagre e depois use trigo com um pote vazio.

Para descobrir o nome da Rainha viaje para Al-Kharid e fale com Ali Morrisane na parte do mercado sobre os itens que você investigou no chão de mastaba. Ele vai dizer que enviou saqueadores para a tumba e obteve alguns documentos retirados de lá. Ele só vai entregar tais documentos em troca de um suco de sq'irk.

Caso nunca tenha feito um, fale com a assistente da feiticeira na casa leste logo antes da passagem de Shantay (sudeste do palácio de Al-Kharid) e convença-a a deixar você trabalhar para a feiticeira. Assim ela teleportará você para o jardim da feiticeira. Antes de fazer isso você precisa falar com Osman no palácio de Al-Kharid sobre suco de sq'irk.

Uma vez no jardim você precisa coletar frutos para o sq'irk, porém cada árvore de fruto se encontra no final de um labirinto diferente, vigiado por criaturas guardiãs. O objetivo é chegar no final do labirinto sem ser visto e então coletar o fruto da árvore. Mas cada bebida exige uma quantidade diferente de frutos: a do inverno exige 5 frutos, a da primavera exige 4, a do outono exige 3 e do verão exige 2 frutos.

Após coletar a quantia necessária para uma das bebidas à sua escolha, use os frutos com um pilão tendo um copo de garapa vazio no inventário e o suco estará pronto. Fazer todo este procedimento é opcional para completar a missão, a não ser que queira completá-la em 100% (requisito para outras missões posteriores). Entregue o suco para Morrisane em troca do papiro com o nome copiado da rainha. Depois equipe o anel de charos encantado e fale novamente com Morrisane para ganhar o documento original com o nome da múmia no papiro, que é Senliten.

Para descobrir sobre a personalidade da rainha fale com Ali Morrisane mais uma vez, perguntando agora sobre a tumba. Ele vai dizer que vendeu documentos para Reldo. Siga para Varrock e no caminho fale com o Ali panfleteiro na saída da mina de Al-Kharid para Varrock e pegue um panfleto. Caminhe até a biblioteca de Varrock na parte norte do castelo e fale com Reldo. Entregue o panfleto recebido do garoto para ele e você receberá um pergaminho de louvor.

Para descobrir sobre a múmia em si volte para a tumba de mastaba. Certifique-se de ter os pontos de oração completos e de carregar uma lenha de salgueiro, 20 runas do fogo, pote de trigo, vinagre temperado com o condimento, diário da pirâmide, pergaminho dos mortos, jarro canópico, mão da múmia, nome copiado no papiro, nome da múmia oringial no papiro e pergaminho de louvor. Também traga alimentos e equipamentos para combate e se possível poção do devoto (da oração).

Uma vez dentro da tumba vá para noroeste e abra a porta imponente; fale com o guardião golem nas escadas. Você precisará derrotá-lo uma única vez para passar. Ele é nível 37 e é fraco contra magia do ar. Desça para o nível inferior e você verá alguns escaravelhos agressivos. Antes de seguir para o sul entre nas passagens oeste e leste para coletar jarros canópicos em cada uma delas, além do corpo da múmia sem mão. Use a mão obtida com o corpo para magicamente restaurar a forma de Senliten.

Na passagem mais ao sudeste suba pelo buraco nada convidativo para acessar uma sala larga repleta de escaravelhos. Próximo ao sul há outro buraco pouco convidativo. Caso suba por ele você vai acabar em uma caverna no nível superior da tumba, descobrindo um atalho de acesso rápido para a parte inferior nas próximas visitas. Depois de obter os jarros e a múmia entre na câmara central. Você vai se encontrar em um enigma de pisos, que é diferente para cada jogador e se altera em cada visita à tumba.

O método mais simples de passar pelo enigma é encontrando o caminho dos blocos azuis e verdes ou dos blocos vermelhos e amarelos durante todo o percurso, como isso vai evitar qualquer dano. Porém você pode ir passando por qualquer caminho desde que traga alimentos suficientes. Basicamente: ao pisar no bloco azul você aciona e levanta os blocos vermelhos. Pisar no bloco vermelho levanta os verdes. Pisar no bloco verde levanta os amarelos e pisar no bloco amarelo levanta os azuis.

Do mesmo modo você sofre danos ao caminhar do bloco verde para o vermelho, bem como do vermelho para o azul, do azul para o amarelo ou ainda do amarelo para o verde. Após atravessar cheque seu progresso através do diário da pirâmide ou do pergaminho dos mortos via botão direito do mouse. Você precisará reviver diferentes aspectos em Senliten (corpo, espírito, sombra, ushabti, nome e personalidade) e a porcentagem necessária para completar a missão no geral é de 75 por cento.

Para o corpo de Senliten você precisa posicionar a múmia e os jarros canópicos com órgãos dentro nos lugares corretos. Coloque os quatro jarros canópicos nas prateleiras vazias a oeste e coloque a múmia de Senliten no sarcófago da sala. Cada jarro fornece 4% de conclusão e a múmia no sarcófago fornece 8% de conclusão. Não se esqueça de que os esqueletos saqueadores da tumba podem soltar os quatro jarros necessários.

Para o espírito Senliten lhe dirá para restaurar cada estátua na câmara dela. Ore em cada uma das estátuas quebradas para restaurá-las. Cada estátua restaurada drena até 200 pontos de oração e cada uma fornece 4% de conclusão. Caso fique sem pontos beba a poção do devoto (oração) ou recarregue a mesma no altar de Sophanem, a cidade desértica mais próxima para tal finalidade. Apenas após todos os altares serem restaurados é que você poderá recarregar os pontos neles (o de Amascut causa dano em troca de oração).

Para a sombra siga para a câmara leste e mate a sombra de Tumeken de nível 42. Você agora precisará acender quatro candeeiros encantados usando 5 runas do fogo como combustível para cada um deles. Acenda o candeeiro mais ao sul (20 de magia necessário) e mate a sombra nível 49 que vai surgir. Acenda o candeeiro mais ao norte (25 magia) e mate a sombra nível 56 que vai surgir. Acenda o candeeiro mais a oeste e mate a sombra nível 63 que vai surgir. Por último acenda o candeeiro leste (50 magia) e mate a sombra nível 70 que vai surgir. Cada sombra derrotada fornece 4% de conclusão.

Para o dublê do corpo (ushabti) você precisará do pote com trigo e do vinagre com condimento. Após recuperar o corpo da rainha, o espírito e a sombra ela aparecerá em pé na base do sarcófago. Repare a mesa e a cadeira da câmara, coloque o vinagre temperado e o pote de trigo em suas respectivas posições no sarcófago, crie um dublê do corpo através da lenha de salgueiro clicando na base vazia da estátua, então clique na estátua mais duas vezes para esculpi-la e depois aprimorá-la. Cada ação concede 4% de conclusão.

Por fim entregue para a rainha faraônica e papiro com o nome da múmia - tanto a cópia como o original - de modo a ganhar 8% de conclusão. Entregue também o pergaminho de louvor para ela, e assim ela se lembrará de quem era ela e concederá mais 4% de conclusão. Fazendo tudo isso você será capaz de adquirir 100% de conclusão e poderá voltar a falar com Leela na vila Draynor (é possível falar com ela após completar 75% da múmia) para finalizar a missão, parabéns.

Recompensas: 1 ponto de missão, 5.000 moedas, 7.000 de experiência em condição física, acesso ao altar de Amascut que fornece 40 pontos extras de oração em troca de pontos vitais, 2 vale-chaves. Adicionalmente enquanto completa a múmia você pode adquirir 2.100 de EXP em culinária e em Construção, 5.000 de EXP em magia, 6.500 em Oração, 3.350 em Artesanato e 3.000 em Roubo.

Categories:

1 Response for the "Em Busca da Múmia Perdida"

  1. Odair says:

    Não é vinagre, e sim suco de uva :=D

Postar um comentário