A Grande Rifa do Balthazar

Posted by Rune Tephix On 12:27 0 comentários

A rifa de Balthazar é uma "promoção" que perdurará durante todo o mês de Setembro, com a mecânica semelhante ao "Super Setembro" e ao "Pé na Estrada" de Maio. Entretanto, ao invés de conceder aos jogadores experiência e itens exclusivos por meio de desafios diários, dessa vez tudo é concedido por meio de sorteios diários com ampla concorrência. Para participar, é preciso apostar rifas no prêmio que preferir falando com Balthazar próximo da magnetita de Burthorpe.

É possível obter um máximo de duas rifas por dia, e os prêmios podem ser escolhidos pelo dia da semana (cada dia um tipo de prêmio diferente é sorteado). Por conta disso, é possível guardar rifas e apostá-las tudo de uma vez em um mesmo dia, aumentando as chances de ganhar o prêmio (um máximo de 100 rifas podem ser apostadas de uma só vez). Uma rifa é dada ao conversar com Balthazar, e a outra fornecida por um JMod em horários determinados.

Toda segunda feira serão 100 prêmios de 100 milhões de moedas; de terças 2.500 prêmios de espadas divinas douradas; de quartas 5.000 prêmios de armaduras de sacerdotes guerreiros douradas; de quintas 20.000 conjuntos com três dardos mata tudo; de sextas 40.000 prêmios de depósitos bancários expressos (duram por 1 hora); de sábados 10.000 prêmios de botas de falcão de prata (ou 250 penas de falcão); de domingos 50.000 prêmios de partes de todas as roupas de habilidades (da Arca do Tesouro).

Quanto aos horários em que os JMod aparecem e fornecem uma segunda rifa diariamente são: às 00:00, 06:00, 11:00 e 16:00 (no horário de Brasília) na cratera de Lumbridge nos mundos ingleses 98 e 124 (o horário já está transformado considerando as quatro horas de diferença). E também nos servidores brasileiros na cratera de Lumbridge no mundo 47 às 10:30 e 13:00 (no horário de Brasília). Para quem não conseguir achar um JMod, basta completar um desafio diário qualquer para receber a segunda rifa.

Guia de Dragão de Gelo

Posted by Rune Tephix On 16:43 1 comentários

Dragões de gelo são criaturas perigosas encontradas na masmorra de recursos escondida no calabouço de gelo de Asgarnia. É preciso ser membro e ter nível 85 em Dungeon para acessá-la, tendo acesso a doze dragões de gelo. Eles atacam de todos os três estilos de combate, além de soltarem bafo de fogo; são fracos contra espadins e outras armas de apunhalar. O calabouço pode ser facilmente acessado através do código de anel de fadas "a-i-q".

Matar dragões de gelo é um método muito útil de juntar dinheiro, como é possível lucrar até mais de 2 milhões de moedas por inventário (usando um iaque de carga com pergaminhos de hibernação ou papéis de cupom mágico) juntando seus ossos, que têm o preço aproximado (atualmente) de 15.000 moedas cada. Se um jogador for bem preparado em questão de arma e armadura, usando também poção super antifogo, é possível que lucre pelo menos 2 milhões de moedas por hora.

Ataques e Especial

Para lutar contra os dragões de gelo recomenda-se ativar a maldição "Alma Partida", porém, jogadores que não possuem acesso a mesma, podem optar por usar orações de proteção. Sabendo que os dragões atacam tanto de magia, como de combate à distância, deve-se ativar a oração protetora correspondente ao estilo de ataque que for utilizado no primeiro ataque dado, como a escolha é aleatória.

Ocasionalmente, ao lutar contra os dragões de gelo, uma esfera azul começará a circula-lo por determinado tempo; quando isso acontecer, não ataque-o, ou do contrário ele não perderá vida e 80% do dano que seria ocasionado nele voltará contra você. Por conta disso, recomenda-se desativar o auto retaliar enquanto lutar contra os dragões, clicando longe deles quando a orbe azul aparecer. A esfera dura apenas alguns segundos antes de sumir.

Tibiliscos causam danos nos dragões de gelo e não refletem o dano, podendo ser utilizados em certos momentos. Os dragões de gelo, diferentemente dos metálicos, possuem um bafo de fogo que pode ser parcialmente bloqueado pela oração antimagia, sendo uma boa opção equipar-se com uma espada divina de Saradomin, que ajuda na recuperação dos pontos da oração.

Estratégias

O espadim caótico, balestra caótica, espadim quitinoso, bem como a lâmina salgada, a lança de Zamorak e a espada de Korasi são boas opções para matar os dragões. Como armadura, recomenda-se com alta defesa corpo a corpo, como a Tetsu superior, apesar de que uma armadura de Bandos ou de sacerdote de guerra também são opções aceitáveis. As de sacerdote foram lançadas em eventos dos Deuses, e ainda podem ser obtidas matando os monstros da masmorra da guerra dos deuses.

Corpo a Corpo


Elmo: de Torva - de Tetsu - do vácuo - de Bandos - de Verac.
Amuleto: sussurro de Saradomin - da fúria - da glória.
Capa: da perfeição - Tokhaar-Kal - do máximo - da guerra das almas.
Torso: cota de Torva - de Tetsu - do vácuo - couraça de Bandos - de Verac.
Perneiras: de Torva - de Tetsu - do vácuo - escarcelas de Bandos - de Verac.
Arma: espadim quitinoso - maça quitinosa - espadim caótico - garra caótica.
Duas mãos: lança caótica - malho caótico - lança de Zamorak.
Mão secundária: armas secundárias citadas - escudo do fogo do dragão.
Luvas: de Torva - pneumáticas - do vácuo - de Bandos - ganodérmicas.
Botas: de Torva - istabilix - de Bandos - ganodérmicas - dragônicas.
Anel: do guerreiro - de ônix - circuito da sexta era - da força.
Aura: reverência - penitência - vampirismo - golpe final.
Familiar: de carga (iaque, tartaruga) ou unicórnio, bunyip.
Inventário: sobrecarregamento, 4-10 poções do devoto (da oração), 1-3 super antifogo, poção da evocação, alguns alimentos (corvina, tubarão), anel do explorador, 200 pergaminhos do iaque ou unicórnio, excalibur avançada, chave santa.

Para o método de alma partida, recomenda-se vestir uma armadura do vácuo, uma armadura completa de Verac ou uma armadura de Torva. Magia não é recomendado para lutar contra os dragões de gelo, como possuem uma defesa elevada contra esse estilo de combate. Combate à distância, apesar de eficaz, também não é uma opção tão boa quanto corpo a corpo, devido ao fato das armaduras de arqueiro terem uma defesa baixa.

Combate à Distância


Elmo: capuz de Pernix - elmo de Armadyl - de Nénão.
Torso: couraça de Pernix - de Armadyl - cota de dragão real - de dragão negro.
Perneiras: escarcelas de Pernix - de Armadyl - perneiras de dragão real - negro.
Arma: balestra caótica - balestra dragônica - balestra rúnica.
Duas mãos: arco de Zaryte - balestra real - arco de cristal.
Mão secundária: armas secundárias citadas - escudo do fogo do dragão.
Munição: setas da ascensão - setas reais - setas de ponta larga.
Capa: capa da perfeição - mochila de Ava e respectivos.
Botas: de Pernix - Glaivex, do arqueiro - de pele de cobra.
Anel: do arqueiro - de ônix - circuito da sexta era - da força.
Amuleto: murmúrio de Saradomin - amuleto do arqueiro - da fúria.
Luvas: de Pernix - do controle - luvas ligeiras.
Aura: reverência - penitência - golpe final.
Familiar: de carga (iaque, tartaruga) ou unicórnio, bunyip.
Inventário: sobrecarregamento, 4-10 poções do devoto (da oração), 1-3 super antifogo, poção da evocação, alguns alimentos (corvina, tubarão), anel do explorador, 200 pergaminhos do iaque ou unicórnio, excalibur avançada, chave santa.

 Objetos soltos

Sempre soltam: ossos de dragão de gelo; outros itens: cota de placa de adamantio, flechas rúnicas, escudo ogival de adamantio, espada rúnica, talismã da água, runas da morte, talismã do ar, essência pura, runas da lei, runas do sangue, ervas sujas, moedas (até 1.337), tubarão, orbe da água, barra de adamantio, raiz de talsichão, lenhas de mogno, pergaminho de dicas difícil (raro), intimação judicial (raro), antiga efígie faminta (raro), face do dragão (muito raro).

Guia de Roubo 1-99

Posted by Rune Tephix On 15:45 0 comentários

Roubo é uma habilidade exclusiva para membros relativamente rápida, em que se pode conseguir até cerca de 250.000 de experiência por hora (a partir do nível 70). Para treinar, basta furtar diversos tipos de Npc's espalhados pelo jogo, assim como participar da pilhagem da pirâmide, que é uma atividade muito popular voltada apenas para o treino desta habilidade. Jogadores iniciantes e intermediários podem optar também pela atividade Jardim da Feiticeira e pela guilda dos ladrões, que resultam em uma boa experiência por hora.

Objetos Recomendados

É interessante equipar-se com luvas de gatunagem (necessário 54 em caça), como diminuem as chances de ser pego em 5%. Um cassetete pode ser útil dependendo do modo que você escolher para treinar roubo. Equipar um arco sem munição pode evitar que você ataque sem querer o Npc quando o estiver roubando. O manto de Ardonha ajuda nos furtos e roubos em todo o RuneScape, sendo útil completar as tarefas do diário de conquista da cidade. Luvas de briga de roubo fornecem bônus de experiência até serem degradadas, entretanto é bem difícil obtê-las como item solto por Fantasmas ou tabela de itens soltos raramente.

O colar de especiarias obtido após a missão "olho maior que a barriga" aumenta 50 pontos vitais da capacidade de cura de qualquer alimento consumido (não é preciso equipá-lo). A roupa completa de íbis negro fornece um aumento de 5% de experiência ao roubar. No inventário é recomendado carregar alguns bolos ou sucos de uva para curar a vida perdida, assim como ter um bunyip ou unicórnio de evocação para complementar na restauração dos pontos vitais. Gazuas são mais que úteis para arrombamentos de portas e arcas.

Métodos de Treinamento

Nível 1 ao 20

- Comece por furtar homens e mulheres, encontrados em Lumbridge, Varrock, Ardonha e Faladore.

- A partir do nível 5 você pode optar por furtar barracas de legumes (em Taverley), barracas de pães e massas (no centro de Ardonha) ou barracas de chá (na parte leste de Varrock).

- Do nível 15 ao 20 recomenda-se furtar membros femininos da H.C.M. equipando um conjunto de vestes hcm para diminuir a probabilidade de ser pego. Eles se encontram no esconderijo próximo do cercado de vacas de Lumbridge, podendo a entrada ser arrombada.

Nível 20 ao 30

- É possível a partir daí furtar membros masculinos da H.C.M. assim como furtar barracas de seda no centro de Ardonha. Não são métodos tão recomendados.

- No nível 21 é possível acessar a primeira sala da pilhagem à pirâmide, necessitando apenas da missão "o ajudante de Icthlarin" que dá acesso a Sophanem. É um dos melhores métodos.

- No nível 25 um outro bom método pode ser usado, que consiste em participar da atividade "jardim da feiticeira" no portão da primavera. Para acessar, é preciso completar a missão "diamante bruto" e falar com a aprendiz da feiticeira na casa próxima da passagem de Shantay.

- A partir do nível 26 é possível furtar as arcas na guilda dos ladrões. É um dos melhores métodos para iniciantes. Necessário concluir a missão "a ocasião faz o ladrão" e a submissão "pequenas sementes".

Nível 30 ao 60

- Primeiramente é muito útil concluir a missão "a rixa", que vai conceder experiência o suficiente para aumentar o nível até o 37, além de permitir usar cassetetes, que serão úteis mais tarde.

- No nível 35 é possível furtar as arcas avançadas da guilda dos ladrões, tendo concluído a submissão "pequenas sementes" e tendo gazuas no inventário.

- No nível 38 é possível roubar agricultores mestres em Draynor, uma boa opção para quem completou "a rixa" e pretende treinar até o nível 40 para utilizar a guilda dos ladrões.

- No nível 40, ainda na guilda dos ladrões, recomenda-se treinar nos voluntários. Para isso, é preciso ter um cassetete (concluído parcialmente a missão "a rixa") para nocautear o voluntário e furtá-lo até três vezes antes de nocauteá-lo novamente. É um dos melhores métodos até o nível 70 ou mais, como a experiência varia conforme seu nível. A experiência por hora é a seguinte: nível 46 em Roubo cerca de 70.000 EXP; nível 60 em roubo cerca de 98.000 EXP; nível 77 em roubo cerca de 105.000 EXP; nível 90 em roubo cerca de 130.000 EXP; nível 95 roubo cerca de 150.000 EXP; nível 97 em roubo cerca de 175.000 EXP.

- A partir do nível 45 é possível acessar o portão do Outono no jardim da feiticeira, que pode resultar em cerca de 21.000 de experiência em roubo a cada inventário de frutos roubados.

- A última opção realmente boa é a da pilhagem à pirâmide na sala do nível 51. Concede uma experiência relativamente boa, no entanto, a guilda dos ladrões continua sendo a melhor das opções até o nível 70+ apesar de ser enjoativo e cansativo.

Nível 60 ao 99

- Com a atividade pilhagem à pirâmide é possível obter até 80.000 de experiência por hora a partir do nível 61; já ao atingir o nível 91 é possível adquirir de 200 a 300.000 de EXP por hora usando um cetro dos deuses (obtido na atividade por sorte), assumindo que você acessa o banco a cada 11 partidas. Bunyips podem ajudar efetivamente no treinamento, e existe a possibilidade de encontrar um cetro do faraó (que custa 1M) ou partes da roupa de íbis negro.

- O jardim da feiticeira continua sendo uma opção, como a partir do nível 65 é possível acessar o portão do verão, que concede aproximadamente 120.000 de experiência por hora. Além da experiência dada em agricultura por pegar os frutos, que podem ser entregues para Osman em troca de experiência em roubo.

- A partir do nível 70, tendo concluído a missão "não faça mal", é possível retornar para o atol dos macacos e roubar macacos lutadores de facas, localizados no edifício leste do macaco filhote da missão "uma bela macacada", a oeste do templo dos gorilas. É preciso ter um grigri de gorila, para bater no macaco lutador a fim de nocauteá-lo para então roubá-lo duas ou três vezes antes dele levantar e precisar ser nocauteado novamente. É quase impossível roubá-lo três vezes por nocaute, portanto tente apenas duas vezes (como você pode acabar sendo levado para a prisão), resultando em aproximadamente 320 de experiência por nocaute. É possível roubar deles até mesmo cimitarras rúnicas e dragônicas, assim como lagostas que servem como alimentos. Teoricamente sem cometer falhas é possível adquirir até 320.000 de experiência por hora com este método, mas como até no nível 99 existem falhas, então a experiência real ganha é em torno de 230.000 de experiência dependendo da sua velocidade e audácia.

- Do nível 97 ao 99 é possível furtar comerciantes anões, é recomendado a partir deste nível como no 90 ainda há muitas chances de falhar, mesmo com o manto de Ardonha e exoesqueleto elfo, gastando muito tempo e alimentos. A partir do 97 é possível adquirir cerca de 170.000 de experiência por hora, atraindo e prendendo os guardas nos quartos noroeste e sudeste. Eles se encontram no andar superior do palácio de Keldagrim. Com a aura voltada para roubo no estágio mestre, com o manto de ardonha e com o exoesqueleto elfo, é possível obter até mais de 250.000 de experiência por hora nos anões comerciantes a partir do nível 92 de roubo.

Runescape Mouse Pointer